pt +55 (48) 3039 1404 contato@apino.com.br

Marketing interno: 7 estratégias que você precisa conhecer

Ideias de premiaçãoPowered by Rock Convert

Vivemos em uma época revolucionária para o marketing. Só que o auxílio tecnológico para promover e divulgar marcas pode colocar em segundo plano o elemento humano no desenvolvimento das empresas, o que reforça ainda mais a importância do marketing interno.

Ou seja: de nada adianta contar com as melhores campanhas para impactar o público-alvo se a empresa não avalia, internamente, o nível de satisfação dos seus colaboradores. Por isso, vamos abordar, ao longo deste artigo, como usar o marketing interno em 7 estratégias diferentes. Confira!

Entenda o que é marketing interno e qual é a sua importância

De maneira resumida, trata-se do desenvolvimento da comunicação interna que valoriza o relacionamento interpessoal por meio da disseminação da cultura empresarial. É uma ferramenta para que a empresa fale e ouça o que seus colaboradores têm a dizer.

Assim, é possível avaliar o nível de satisfação e motivação das equipes — e identificar como aumentar esses índices. É importante que as pessoas queiram trabalhar naquele lugar, não que o façam por obrigação, e o marketing interno é essencial no processo, principalmente porque o uso de suas boas práticas pode beneficiar a todos de diversas maneiras, como:

  • identificação entre a empresa e os colaboradores — e vice-versa;
  • motivação para encarar os desafios diários e propor novas soluções;
  • retenção de talentos internos;
  • redução dos custos com demissões e outros encargos trabalhistas;
  • promoção de melhorias na comunicação da empresa, como um todo;
  • alinhamento aos objetivos estratégicos e aos dos colaboradores.

Que tal vermos como aplicar o marketing interno e colher cada um desses benefícios?

Confira algumas estratégias de marketing interno

Antes de apresentar algumas alternativas para aplicar o endomarketing, é necessário mencionar que o gestor deve analisar sua equipe. Isso é importante para compreender o cenário como um todo e verificar quais estratégias realmente são viáveis para sua equipe. Agora, vamos ao que interessa!

1. Tenha um objetivo para engajar os colaboradores

A primeira coisa a ser feita, antes de desenvolver um plano de marketing interno, é identificar o objetivo da ação. Você pode achar que a comunicação interna é ineficiente, que os gargalos são consequência da desmotivação ou que os valores da marca não são devidamente associados e disseminados no dia a dia corporativo.

Para cada situação identificada, um plano de ação diferente pode ser elaborado. Por isso, sua estratégia inicial deve consistir na realização de um diagnóstico geral da empresa e, então, adaptar os contextos às melhores ações para atingir os objetivos.

2. Promova eventos e outros tipos de integrações

Pode parecer uma alternativa simplória, mas as festas sazonais — ou mesmo happy hours promovidos pela empresa — ajudam a integrar as equipes. E isso já pode ser a solução para promover a comunicação interna, por exemplo.

Além disso, essas “escapadas” da rotina deixam o ambiente de trabalho mais leve e harmônico, uma vez que ajudam a quebrar a tensão de um dia produtivo. E nem precisam ser eventos corporativos exclusivamente focados em entretenimento: treinamentos e workshops variados servem como elemento motivacional para os profissionais.

3. Crie e desenvolva uma equipe exclusiva para a comunicação interna

A melhor maneira de entender os funcionários é ouvir o que eles têm a dizer. E, para que exista uma troca eficiente de experiências e expectativas, a empresa deve contar com uma equipe de comunicação para promover o marketing interno.

Dessa maneira, o canal para expor as opiniões, sanar dúvidas e sugerir inovações fica concentrado em um só lugar, o que otimiza a comunicação geral de toda a empresa.

4. Ofereça benefícios extras aos colaboradores

Quer motivar os colaboradores? Que tal, então, promover cursos de aperfeiçoamento aos que obtiverem os melhores resultados em determinado período? Ou, ainda, uma bolsa (parcial ou integral) de estudos? Ou até mesmo viagens de incentivo para engajá-los em cumprir metas específicas para a empresa?

5. Integre a função do negócio

Equipes integradas tendem a desenvolver um trabalho muito mais harmônico e efetivo. Sendo assim, uma boa alternativa para isso é promover algum tipo de integração entre todas as áreas. Com isso, a comunicação flui de forma mais horizontal e os colaboradores se sentirão parte de um todo, ou seja, parte importante da empresa.

6. Atue sempre com transparência

Independentemente da estratégia utilizada para promover uma boa comunicação interna, um valor jamais pode ser descartado ou omitido. Isso é a transparência. É essencial que os colabores tenham confiança nas mensagens e ações que são realizadas.

Somente assim eles poderão ser atingidos por elas de forma mais efetiva. Por isso, ao pensar em uma campanha ou ação, lembre-se de ser o mais transparente possível. Isso mostrará que a empresa é honesta com sua equipe e tem credibilidade.

7. Crie boas histórias com storytelling

Uma campanha precisa envolver seu público-alvo, ou seja, ela precisa sentir uma ligação mínima com o que foi dito. Por isso, uma dica é trabalhar campanhas e ações com a técnica de storytelling. Basicamente, essa técnica trata da capacidade de produzir histórias relevantes e que de alguma forma consigam tocar o público.

Sendo assim, entenda seus colaboradores, suas necessidades e demandas. Em seguida, trabalhe de forma criativa e transparente, para contar histórias que realmente impactem e gerem mudanças.

Exemplificando: Mariana era gerente de marketing de uma empresa. Ela era uma pessoa realmente qualificada e fazia o melhor para sua empresa. Contudo, certo dia, seu chefe a chamou e se queixou da falta de motivação da sua equipe.

A profissional realmente já tinha percebido isso. Sua resposta foi pesquisar mais sobre o assunto. Afinal, sua missão era promover o melhor para todos. Eis que uma das alternativas encontradas por ela foi melhorar suas ações de marketing interno.

Por acaso, você se encontrou em algum trecho do exemplo acima? Caso sim, é basicamente isso a missão do storytelling, isto é, fazer com que o público se sinta representado ou fisgado por uma história e assimile as informações de forma mais simples e rápida.

É importante observar que esses benefícios — menores ou maiores — devem estar alinhados ao que mencionamos no primeiro tópico. Existe uma solução para cada situação diagnosticada e você só saberá disso ao compreender o que falta para que a empresa deslanche em bons resultados internos e externos.

Curtiu nosso conteúdo? Então, entre em contato com a Apino e comece a melhorar os processos internos da sua empresa!

Marketing interno: 7 estratégias que você precisa conhecer
4.5 (90%) 2 votes

Facebook

Inscreva-se

Eventos