Ilha do Campeche: passeio imperdível em Florianópolis – Blog da Apino Turismo
ptesen +55 (48) 3039 1404 contato@apino.com.br

Ilha do Campeche: passeio imperdível em Florianópolis

isla de campeche

A Ilha do Campeche, uma das praias mais bonitas de Florianópolis, fica localizada na costa leste, em frente à Praia do Campeche. Com sua areia clara e fina, mar calmo, cristalino e gelado torna-se o local perfeito para quem gosta de mergulhar e observar uma rica fauna submarina.

O local é habitat de animais como quatis e tié-sangue (uma ave em extinção), além de possuir passeios que remetem ao patrimônio histórico, além de trilhas e mergulhos. Confira nesse post o que fazer na Ilha do Campeche!

Quer visitar a ilha do campeche? Clique aqui e monte uma viagem personalizada!

Entrada: Como chegar até a Ilha do Campeche?

ilha do campeche

A entrada para este pequeno paraíso é limitada por dia (cerca de 600 visitantes podem diariamente entrar na Ilha). A travessia é feita de barco e parte de diferentes praias de Florianópolis, como Armação, Barra da Lagoa e o trajeto mais curto que parte da Praia do Campeche. Se você vai com mais tempo, opte por um dos trajetos mais longos e curta belas paisagens no decorrer do trajeto.

Quem tem problema com enjoos pelo balanço do barco, melhor optar pela opção mais rápida, saindo da própria praia do Campeche.

Os valores do transporte para a Ilha do Campeche normalmente variam assim como o tempo de locomoção, dependendo do local de saída escolhido.

Estrutura

A Ilha do Campeche não possui uma vasta estrutura de comércio, apenas alguns restaurante que permanecem abertos ao longo de todo o verão. Uma dica é você levar o seu próprio lanche e fazer um piquenique no local, não se esquecendo de recolher todo seu lixo no final. Afinal, você estará visitando um dos locais mais preservados do estado de Santa Catarina!

Obs: Não há fonte de energia elétrica na Ilha, a iluminação fica toda a cargo de placas de energia solar.

[rock-convert-cta id=”3384″]

Patrimônio histórico na Ilha do Campeche

Tombada como Patrimônio Arqueológico e Paisagístico Natural em 19 de julho de 2000 pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), a Ilha do Campeche é formada por costões e morros recobertos de Mata Atlântica, onde guarda inscrições rupestres.

Pesquisadores conseguiram catalogar mais de 150 desenhos espalhados por toda a ilha: desenhos geométricos, com formas humanas e de animais, em 21 sítios arqueológicos.

A visitação é aberta ao público desde que devidamente acompanhado de guias especializados, que além de ajudarem na preservação da ilha, garantem informação e segurança ao visitante, já que no local existem caminhos perigosos que requerem conhecimento do seu trajeto.

 

Atividades na Ilha do Campeche: Trilhas e Mergulhos

Na Ilha do Campeche, além de aproveitar a praia em si, é possível fazer trilhas, onde os visitantes irão conhecer costões, sítios arqueológicos e formações rochosas. Há algumas opções disponíveis, mas elas só podem ser realizadas junto a um monitor ambiental. As trilhas são pagas, onde parte do dinheiro é destinado para a manutenção da ilha e também para o fundo de manejo da Ilha do Campeche.

São 6 opções de trilhas. A mais longa só pode ser realizada através de um agendamento prévio, e deve ser feita por visitantes com uma boa condição física. As outras trilhas presentes na ilha são:

  • Trilha do Letreiro

Duração: 30 min.

Grau de dificuldade: médio.

A caminhada morro acima é cercada pela Mata Atlântica, com uma vista exuberante e panorâmica da costa leste da Ilha, voltada para o Oceano Atlântico. Há uma descida  íngreme com chão arenoso que leva ao costão, onde está localizado o sítio arqueológico que possui o maior número de inscrições rupestres na Ilha, incluindo máscaras e arte que consagraram a Ilha o tombamento como Patrimônio Arqueológico. É permitido fotografias e filmagens.

  • Trilha da Pedra Fincada 

Duração: 30 a 40 min.

Grau de dificuldade: baixo.

Caminhada curta em meio à Mata Atlântica que leva até o ponto mais alto da Ilha do Campeche, onde é possível observar as costas leste e oeste da ilha, as Ilhas dos Moleques, a Ilha do Xavier e as praias da costa sul. Outra trilha curta leva ao monumento rochoso que dá o nome à trilha, a Pedra Fincada.

  • Trilha Volta Norte 

Duração: 2h.

Grau de dificuldade: alto.

A trilha vai em direção ao costão nordeste da Ilha, na Pedra do Rosa ou Saco do Rosa. O trajeto passa pela Pedra Fincada e um costão com nove inscrições rupestres, quase todas no chão. Na sequencia passa pela Pedra Preta do Sul (sítio arqueológico composto por aproximadamente 20 inscrições). Seguindo, chega-se à Pedra do Ímã, que leva este nome por ser um ponto que desorienta bússolas. Próximo do final da trilha, chega-se a Praia da Enseada, onde há um sítio arqueológico com cinco oficinas líticas e diferentes amoladores em granito e diabásio.

  • Trilha da Pedra Preta do Sul

Duração: de 40 a 50 min.

Grau de dificuldade: médio.

A trilha segue em meio a Mata Atlântica e leva à parte leste da Ilha do Campeche. Passa por um mirante onde observa-se as ilhas costeiras (Moleques do Sul, Xavier, Aranha) e o oceano a mar aberto. Logo após, há uma descida em direção ao costão rochoso para observar as inscrições rupestres.

  • Trilha da Pedra da Vigia

Duração: 40 min.

Grau de dificuldade: alto.

A Pedra da Vigia leva ao ponto onde, durante a pesca da baleia (quando era permitida, o vigia ficava de olho no mar e avisava aos companheiros quando baleias de aproximavam. Do local é possível avistar toda a costa sudeste da Ilha de Santa Catarina, desde a Ponta do Facão, Matadeiro, Lagoinha do Leste, até a praia da Joaquina. A trilha também visita ruínas de fornos de extração de óleo de baleias. Pela praia, na direção sul, você chega em um sítio arqueológico que possui duas sinalizações e uma oficina lítica com aproximadamente 30 amoladores.

*Em caso de excesso de chuva, as trilhas serão canceladas. Veja informações mais detalhadas sobre as trilhas.

  • Mergulho na trilha subaquática

Há também a opção de mergulho na trilha subaquática, com duração de cerca de 30 minutos.

O valor já inclui o aluguel da roupa, máscara, snorkel, monitor e condução através de embarcação de pesca artesanal. Você também pode alugar máscara e snorkel para “brincar” por lá e até trazer o seu, se você já possui.

Em alguns dias é possível até fazer aula de Stand Up Paddle com orientação de um professor nativo.

ilha do campeche

Observações

É importante lembrar que as inscrições rupestres presentes da Ilha do Campeche, são um patrimônio que deve ser preservado e respeitado. Da Ilha só devem ser levadas fotos e boas lembranças na memória.

Os barcos costumam ficar cerca de 4h na Ilha, fique de olho,  já que normalmente é pago ida e volta no mesmo barco.

É expressamente proibido fazer trilhas na Ilha do Campeche sem estar acompanhado por um dos monitores ambientais.

Também é proibido acampar, fazer fogueiras, levar ou pegar animais e plantas.

Facebook

Inscreva-se