pt +55 (48) 3039 1404 contato@apino.com.br

Você sabe como calcular o ROI de um evento? Descubra aqui!

Você sabe como calcular o ROI de um evento? Descubra aqui!
Avalie este post!

A participação ou realização de eventos corporativos é excelente para atrair clientes, engajar funcionários e otimizar a rede de contatos. Tudo isso, obviamente, beneficia a organização. Todavia, como calcular o ROI de um evento?

Toda atividade do tipo demanda o investimento de diversos recursos limitados, como tempo, energia e dinheiro – sendo esse último o mais visado pelas empresas. No entanto, é preciso acompanhar os resultados e avaliar se tudo valeu a pena.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para você. Nele, vai descobrir como calcular o ROI de um evento de forma prática e eficaz, além de otimizá-lo. Continue a leitura e fique por dentro do assunto.

O que é o cálculo do ROI?

Antes de qualquer coisa, é preciso entender o que é o cálculo do ROI. Esse nome é um acrônimo de Return On Investment, isto é, Retorno Sobre o Investimento. Como o nome sugere, é um cálculo usado para avaliar retornos financeiros.

Um dos maiores diferenciais do ROI é a simplicidade, não é preciso de muitas informações para chegar ao resultado desejado. Logo, mesmo quem tem pouca experiência com o assunto pode utilizar a ferramenta.

De modo geral, o ROI é usado para avaliar projetos já realizados, verificando seu retorno. Entretanto, nada impede que ele também seja usado para fazer projeções, indicando se determinado evento ou investimento terá o ganho desejad.

Como calcular o ROI na empresa?

Como dito no início do artigo, há duas principais possibilidades: participar de um evento corporativo ou realizar um evento corporativo. Independentemente da situação, a estrutura do cálculo do ROI permanece a mesma. Confira:

ROI (%) = (retorno obtido – investimento feito) / investimento feito x 100

Imagine que a equipe de vendas, com 15 funcionários, participou de um evento no Estado vizinho. O custo total foi de R$22,5 mil. Um mês depois de sua realização, com os contatos adquiridos e propostas de venda do evento, observou-se um retorno financeiro de R$53 mil. Ao aplicar o cálculo, será observado um ROI de 135%.

Esse é um exemplo de cálculo de evento já realizado, contudo, é possível usar o ROI para projeções futuras. Nesse caso, será necessário trabalhar com três linhas de pensamento: uma otimista, uma mediana e uma pessimista.

Imagine, agora, que o intuito é realizar um evento na empresa, porém, não se sabe se o projeto será viável. Estima-se o investimento de R$64 mil, já incluso todos os custos. Ao usar uma linha otimista de pensamento, espera-se um retorno de R$123 mil, oriundo de novos contatos profissionais. Logo, o ROI será de 92%.

Como otimizar os resultados do ROI?

Não é difícil chegar à seguinte conclusão: quanto maior o ROI, melhor para a organização. Mas como otimizar o retorno obtido? É preciso reduzir custos e otimizar a eficácia do evento, garantindo que tudo ocorra adequadamente.

Nesse caso, é muito importante contar com o apoio de uma empresa que faça a gestão de viagens para o evento. Assim, será possível ter um melhor planejamento e logística dos grupos, auxílio aos participantes — antes, durante e após o evento —, acesso às tarifas exclusivas e assim por diante.

Como se pode observar, é muito simples encontrar o ROI de um evento. Para tanto, basta ter o controle adequado dos gastos ou uma boa perspectiva do investimento que será feito. No final, será possível tomar melhores decisões.

Agora sabe como calcular o ROI, certo? Aproveite para nos seguir no Facebook e LinkedIn, assim estará sempre por dentro das novidades. Vamos lá!

Inscreva-se

Viagens para eventos

Viagens de incentivo