pt +55 (48) 3039 1404 contato@apino.com.br

Viagens de incentivo e premiação: entenda a diferença entre as duas

Viagens de incentivo e premiação: entenda a diferença entre as duas
Avalie este post!

Atualmente, o mercado não tem espaço para colaboradores que se preocupam apenas em bater o ponto e nem para empresas que não valorizam o capital humano.

A produtividade precisa ser constante e satisfatória, e deve ser medida frequentemente. Além disso, precisa ser recompensada quando uma meta é batida ou superada, para estimular cada vez mais a dedicação e ajudar a empresa a reter os talentos. Uma maneira inteligente e vantajosa de dar esse reconhecimento é oferecendo viagens de incentivo.

As viagens de incentivo são um instrumento para motivar e fidelizar ainda mais o colaborador e mostrar a ele o quanto é valioso para a empresa. Entretanto, elas são diferentes das viagens de premiação. Quer conhecer as particularidades de cada uma delas? Confira abaixo!

Premiação

As viagens de premiação consistem basicamente em oferecer ao funcionário um voucher ou valor em dinheiro para ser utilizado em turismo. É ele quem escolhe o destino, pesquisa as passagens e os hotéis, planeja pontos turísticos a visitar, entre outros detalhes relativos à viagem.

Apesar de serem benefícios vistos com gosto pelos funcionários, deixam muito a desejar quando comparadas às viagens de incentivo, pois em nada diferem de um programa de férias que ele possa fazer arcando com as despesas.

Incentivo

As viagens de incentivo são diferentes das premiações, pois são planejadas pela empresa em todos os detalhes, oferecendo ao colaborador uma experiência única, personalizada e inesquecível. Podem ainda ser consideradas estratégias de marketing interno, já que agregam valor à companhia como um todo e deixam os funcionários felizes e com a sensação imediata de recompensa. As viagens são divididas em duas categorias:

Individuais

Podem ser oferecidas a um funcionário que se destaque entre os demais. São planejadas para criar um momento “UAU”, proporcionando experiências únicas que ele dificilmente viveria por conta própria.

Elas são consideradas individuais por presentearem apenas um funcionário da empresa, mas isso não significa que ele deva viajar sozinho. Elas podem incluir filhos para um programa em família, contar um um roteiro de agito exclusivo para solteiros e permitir a companhia de um amigo ou ser uma viagem romântica a dois. O estilo da viagem vai depender do orçamento da empresa e do perfil do ganhador.

Em grupos

As viagens de incentivo em grupo podem ser oferecidas quando o objetivo é aproximar ainda mais os colaboradores de uma equipe, comemorar resultados atingidos em conjunto ou apresentar metas futuras, promover treinamentos, etc.  São válidas ainda para integrar diferentes times da empresa, promovendo momentos únicos de lazer e camaradagem.

Como mostramos acima, as viagens de incentivo e as de premiação são diferentes no sentido de que as de incentivo promovem uma experiência marcante para o seu ganhador, sejam elas individuais, sejam elas em grupo. Elas propiciam aproximação entre empresa e funcionário, atuam como fator motivacional e ajudam a reter talentos, alinhar objetivos e aumentar a produtividade.

Como elas têm o objetivo de surpreender, o ideal é que a empresa busque uma agência de turismo especializada nesse tipo de serviço para ajustar um pacote que caiba no orçamento e propicie a experiência única ao colaborador.

E então, que tal oferecer viagens de incentivo para seus colaboradores e engajá-los ainda mais? Entre em contato conosco e veja como podemos ajudá-lo a proporcionar memórias inesquecíveis à sua equipe!

Inscreva-se

Viagens de incentivo

Viagens para eventos