Corporativo

O que é centro de custos e como aplicá-lo em minha empresa?

Escrito por Ariadne da Rocha

Muitas dúvidas surgem quando se fala em gestão financeira e como aprimorá-la. É importante estar atento às estratégias que são, muitas vezes, pouco utilizadas ou até ignoradas pelo empreendedor.

Uma dessas estratégias é o centro de custos. Provavelmente você já leu esse termo em algum artigo ou em livros. Contudo, você saberia dizer ele que significa e como fazer a aplicação em sua empresa?

Se sua resposta foi não, calma! Preparamos dicas incríveis para ajudá-lo a compreender e aplicar essa ferramenta. Confira no post a seguir!

O que é um centro de custos?

O conceito de centro de custos é transformar cada departamento em uma empresa individual, separando as suas receitas e despesas.

O objetivo disso é facilitar a tomada de decisões do gestor. Analisando a representatividade de cada área no todo, torna-se mais fácil fazer melhorias e eventuais cortes financeiros. Além disso, os departamentos passam a ter mais autonomia sobre as suas decisões e o estabelecimento e o cumprimento de metas se tornam mais simples.

Como implantá-lo?

O ideal é que se tenha, no mínimo, 3 centros de custo. Para começar, você deve identificar todos os custos que a empresa tem — tanto os administrativos quanto os produtivos  identificando as suas respectivas categorias.

Custos com embalagens, matéria prima e energia, por exemplo, devem ser alocados no centro de custos da produção. Já os custos com salários, férias, recrutamento e seleção devem ser alocados no de Recursos Humanos. E assim por diante.

Dividindo de forma adequada as receitas e as despesas em cada centro de custo, é possível identificar os resultados isolados de cada um deles.

Como funciona um centro de custos?

Como dissemos, é necessário ter a ciência de todos os custos que a empresa tem e separá-los em categorias, a fim de conseguir dar atenção direcionada à cada centro.

Todavia, nem todas as áreas podem ser isoladas. Vão existir despesas que se referem a somente um centro de custos (como marketing, por exemplo) e outras que são referentes a mais de um (por exemplo, as áreas de produção e de recursos humanos).

É ideal que as despesas referentes a mais de um centro sejam divididas entre eles, bem como as receitas, que também serão restritas a cada um.

Quais os benefícios da implantação?

Os benefícios da implantação de um centro de custos são inúmeros. Haverá um melhor controle financeiro, aliado a uma melhoria no desempenho da empresa como um todo a partir das metas atingidas.

Os lucros vão aumentar e os gestores não vão ter dificuldade em direcionar suas estratégias de forma assertiva para cada setor. Afinal, é possível obter um resumo financeiro e calcular as verbas que cada centro deve receber e quanto deve gerar de lucro.

Você deve estar se perguntando porque um blog de viagens fala sobre centro de custos. É que no caso de gestão de viagens corporativas, os centros de custos podem ser configurados no sistema self booking. Logo, todos os gastos com viagens são organizados por centro de custo, facilitando o trabalho do gestor financeiro na organização das despesas em diferentes áreas da empresa.

Para saber mais como você pode organizar facilmente as despesas de viagens da empresa por centro de custos, acesse nosso site.

Compartilhe!

Sobre o autor

Ariadne da Rocha

Deixe uma resposta

Pin It on Pinterest